Gêmeos podem dormir juntos? veja o que dizem os estudos

Gêmeos podem dormir juntos? veja o que dizem os estudos

Decidir se os gêmeos devem dormir juntos, é um dos assuntos que acabam preocupando muito os futuros pais e mães de gemelares.

Afinal, as opiniões divergem muito. Enquanto algumas mães falam que colocar os dois bebês para dormirem juntos acaba mais atrapalhando do que ajudando, outras relatam que o fato de seus gêmeos ficarem no mesmo berço, foi fundamental para eles dormirem bem em seus primeiros meses de vida.

Se você também está nesse impasse, neste artigo vou ajudar você ter uma visão mais ampla sobre esse assunto. Pois, para tomar essa decisão existem alguns fatores a serem levados em consideração.

Especialmente os fatores relacionados ao estudo dos gêmeos.

Leia também:

Bebês gêmeos podem dormir juntos ou não? 

Quando eu estava fazendo o enxoval das minhas gêmeas, a minha maior preocupação era com o quarto. Ou seja, deixar ele bem bonito e arrumado para a chegadas delas.

Eu não me importava muito se elas dormiriam juntas ou não. Pois, já tinha cogitado na minha mente uma bebê em cada berço. E foi o que eu fiz, comprei 2 berços, modelos americanos novinhos em folha.

Mas, hoje eu sei que não pensar no assunto ainda na gravidez foi um grande erro!

Quando os bebês vem pra casa tudo fica muito corrido, e mal temos tempo para pensar e raciocinar sobre as coisas que estão acontecendo.

Então, após 20 longos dias no hospital, minhas gêmeas vieram pra casa e a correria começou.

E na hora de dormir, era cada uma em seu berço e eu na cama babá.

Foi uma fase muito difícil, elas ficavam sempre agitadas, uma choradeira só, e eu mal conseguia analisar o porque de tanto estresse.

Pra piorar a situação, a pediatra recomendou que eu mudasse elas de quarto, alegando que tudo melhoraria.

Certamente eu até tentei, mas na primeira tentativa voltei atrás com essa decisão.

Pois vi que essa não era a melhor recomendação. Como é que eu amamentaria dois bebês durante a noite, em quartos separados?

Foi ai que decidi estudar mais a fundo o assunto, e olha só o que eu descobri!

Estudo sobre o sono dos gêmeos

Antigamente acreditava-se que se gêmeos dormissem juntos, o risco de morte súbita e dos bebês superaquecerem era muito grande. Por isso, durante muitos anos, a recomendação dos especialistas é que gêmeos dormissem separados. Outra contra indicação é que certamente um acordaria o outro com o seu choro.

No entanto, ao longo dos anos foi percebido que quando os gêmeos dormiam separados, a agitação e o estresse era muito maior comparado a gêmeos que dormiam juntos. Pois como se sabe os gemelares criam uma conexão muito forte no útero da mãe, e essa separação acaba sendo muito dolorosa e também traumática para eles.

Para provar que essa separação realmente era fator determinante nos problemas relacionados ao sono dos bebês em seus primeiros meses de vida, foram feitos mais estudos.

E um estudo que se destacou, foi o da Dra. Helen Ball (Universidade de Durham na Inglaterra). Em sua pesquisa ela acabou confirmando que quando gêmeos dormiam juntos, eles realmente ficavam mais calmos, dormiam mais rápido e muito melhor. 

Pois, o fato desses bebês se observarem e sentir o cheiro um do outro, mostrava que mesmo sem entender ainda que eles eram irmãos gêmeos, era visível o reconhecimento do vínculo que um tinha com o outro. 

E mesmo quando um deles chorava, não era motivo para pânico. Já que o choro, também é uma condição que ambos acabam se acostumando. 

Por isso, a recomendação de hoje é que gêmeos devem dormir juntos no mesmo berço sim!

Como a família deve resolver essa questão?

Apesar de hoje ser reconhecido os inúmeros benefícios sobre gêmeos dormirem juntos. Cada família deverá avaliar a situação de acordo com o comportamento deles em casa.

Muitas mães relatam que seus gêmeos dormiram juntos desde o inicio, e continuaram a dormir juntos mesmo depois de crescidos. Enquanto outras, alegam que esse vinculo só foi possível nos primeiros meses de vida.

Eu mesma após estudar o assunto, passei a deixar elas dormindo juntas e realmente o sono delas melhorou muito. Mas depois de uns 3 meses começou a ficar mais difícil. Uma vez, que minha G2 (Alice) começou a rolar no berço e ir por cima da G1 (Isabela).

Então, eu passei a colocar elas em berços separados durante a noite (um berço ficava encostado no outro). Mas, durante o dia deixava as duas juntas no “chiqueirinho”. Pois, dessa forma eu conseguia tê-las perto de mim na sala, e ainda não cortava o vinculo gemelar delas.

gemeas dormindo juntas no mesmo berço
Foto: Arquivo Pessoal

Portanto o conselho que eu te dou é: tenha 2 berços, se o seu espaço permitir é claro. Mas coloque os 2 bebês para dormirem juntos pelo menos no inicio. Com o tempo, você vai avaliando se é necessário separá-los de berço ou não.

Cuidados a serem tomados quando os gêmeos dormem juntos

Evite muitas cobertas no berço, e agasalhe seus gêmeos de acordo com a estação do ano. Pois, muitos cobertores e acessórios, além de superaquecerem os bebês podem ainda apresentar riscos para eles.

Sei que muitos pais ficam preocupados em colocar os bebês juntos no berço, com medo de um machucar o outro. Logo, um item de enxoval que ajuda bastante a mantê-los em seu espaço, são os ninhos redutores, sacos de dormir, ou até mesmo os “rolinhos”, inclusive eu usei muito os rolinhos.

Você poderá acomodar os bebês em posição horizontal no berço para que o espaço seja bem distribuído entre os dois.

Enfim…você saberá o que é melhor para seus bebês. Pois, ainda que os estudos confirmam que gêmeos podem dormir juntos, cada caso é um caso, não é mesmo?

Lembrando que bebês recém-nascidos, devem dormir com a barriga para cima devido os riscos de morte súbita. E nos primeiros meses de vida, o mais seguro é que durmam juntos com seus pais. Seja, eles em nosso quarto ou nós no quarto deles.

O que achou desse artigo? Deixe seu comentário.

Tags: