Parto gemelar: quantos dias é necessário ficar internada?

Parto gemelar: quantos dias é necessário ficar internada?

O parto gemelar ou parto de gêmeos é um dos assuntos que mais geram ansiedade, expectativas e também dúvidas nas futuras mamães de gêmeos.

E para você ter uma ideia, uma das perguntas que as meninas mais fazem, seja em grupos de whatsapp, nas redes sociais ou até mesmo nos comentários aqui do blog é:

Quantos dias, precisarei ficar internada depois do parto? 

E a resposta é: Depende!

Ao contrário da gestação única, onde a média de dias no hospital são de 2 ou 3 dias. No parto de gêmeos, nem sempre é possível ter essa previsão. Isso porque, podem ocorrer algumas complicações com a mãe ou com os bebês na hora do parto. Na maioria das vezes, o problema é com os bebês.

Lembro que o motivo da minha ansiedade, era apenas relacionado com o nascimento das meninas. Eu realmente, não me preocupava com o tempo que ficaria internada, muito menos, com dificuldades que poderiam aparecer.

Como sou um pouco exagerada, preparei a mala da maternidade com trocas de roupas para uns 6 dias rs. Mas o que eu não esperava, é que eu ficaria muito mais tempo no hospital. 

Então, quando fiquei sabendo que as minhas filhas precisariam ficar na UTI Neonatal. Imediatamente perguntei, quantos dias seriam necessários no hospital. Então, a médica também me disse:

Depende!!!

A verdade, é que cada caso é um caso. Pois, quando ocorre algum problema, seja com a mãe ou com os bebês, é necessário esperar para ver, como é que eles reagirão em relação ao tratamento.

Portanto, se você deseja saber mais sobre esse assunto, continue lendo! Pois, vou falar nesse texto, todos os detalhes que envolvem o tempo de internação em parto de gêmeos.

Confira!

Leia também:

Tempo de internação em parto gemelar?

Em geral, se mãe e bebês estão bem, eles ficam de 2 até 5 dias no hospital, e quando é o caso dos gêmeos nascerem saudáveis, mas abaixo de 2 kg. Alguns médicos preferem dar a alta, pois, é muito melhor que esses bebês peguem peso em casa, do que ficar correndo o risco de contrair uma infecção hospitalar. Uma vez, que a exposição a vírus e bactérias, é muito grande nesses locais.

No entanto, quando os bebês nascem bem abaixo do peso. Eles podem ser encaminhados para a UTI Neonatal, e ficarem lá por muitos dias, até que atinjam o peso necessário (geralmente 2 kg).

É importante que você saiba, que quando os gêmeos necessitam de mais tempo de internação, na maioria das vezes, a mãe recebe alta. Ou seja, ela vai embora pra casa “sozinha”, podendo é claro, visitar os bebês sempre que desejar. Não concordo com isso, mas infelizmente é assim que funciona.

Mas em alguns casos, complicações com a mulher na hora do parto, podem fazer com que ela também precise ficar no hospital por mais dias, para que os médicos possam monitorá-la de perto. Um dos problemas que mais atingem a grávida de gêmeos na hora de ganhar os bebês, é a pressão alta, e para evitar maiores complicações, pode ser necessário fazer uma cesárea de emergência. 

Sem falar, que intercorrências na gestação, podem levar muitas mulheres a ficarem internadas por dias ou até mesmo semanas antes do parto. A fim de evitar que os bebês nasçam prematuros.

Em parto de gêmeos todos os bebês precisam da neonatal?

Com certeza não. Mas, o risco disso acontecer é muito grande. Principalmente em parto gemelar mono-mono e mono-di, onde é muito comum os bebês nascerem prematuros.

Os motivos que mais levam, bebês para a neonatal, são:

  • Peso baixo;
  • Prematuridade;
  • Hipoglicemia (baixa de açúcar no sangue);
  • Infecção;
  • Icterícia (cor amarelada da pele);
  • Dificuldades respiratórias.

O peso baixo é a maior causa, e o tempo de internação pode durar dias ou até mesmo meses. Ainda mais, se os recém-nascidos precisarem de medicação.

No meu caso foram 20 dias, e com muita luta consegui ficar internada também. Eu no quarto, e elas na neonatal. Foi necessário antibiótico para tratar a infecção, e ganho de peso, para receber alta.

parto gemelar
Imagem de rawpixel por Pixabay

O tipo de parto influência no tempo de internação?

Não existe uma regra que determine o tempo de internação, de acordo com o tipo de parto.

Tanto os bebês nascidos de parto gemelar normal, como os nascidos de cesárea, podem precisar ficar no hospital por mais tempo. Pois, como já dito neste artigo, os dias de internação, serão de acordo com o estado de saúde da mãe e dos bebês.

Gêmeos nascidos a termo não precisam ir pra neonatal?

Nem sempre, o fato dos bebês nascerem num bom tempo gestacional, 36 semanas por exemplo. Não é garantia que eles irão pra casa dentro de 3 dias.

Pois, como você pode ver, minhas filhas precisaram ficar na neonatal por 20 dias, nasceram de 36+4 dias (gestação di-di), um excelente tempo gestacional para gemelares! No entanto, não só nasceram com pouco peso, como também contraíram infecção hospitalar.

Portanto, tem gêmeos que nascem de 36 ou 37 semanas, e por algum motivo precisam ficar hospitalizados. Por outro lado, tem gêmeos que mesmo nascendo de 33 ou 34 semanas, vão direto pro quarto com a mãe, e depois de 3 dias recebem alta.

Bebês prematuros sempre precisam ficar na UTI?

Na maioria das vezes sim, especialmente se os bebês nascem muito prematuros (entre 28 e 32 semanas de gestação). Nesses casos, é necessário não só que os bebês ganhem peso, mas que também aprendam a mamar, pois dependendo do tempo que nascem, eles ainda não sabem sugar.

Quando isso acontece, é fundamental que a fonoaudióloga do hospital, ensine esses recém-nascidos a sugarem nos seios da mãe, o quanto antes. Pois, o aleitamento materno, é um dos grandes aliados na recuperação de bebês que ficam internados numa UTI Neonatal.

Conclusão

Como você pode perceber, é bem comum que no parto gemelar, haja necessidade de ficar mais dias no hospital. Uma vez, que existe um risco maior da mãe ou dos bebês passarem por algum tipo de dificuldade durante ou após o nascimento.

No entanto, há também partos gemelares que são muito bem sucedidos. Permitindo que a alta aconteça dentro de poucos dias.

Contudo, é sempre bom, estar preparada para algum tipo de intercorrência. E uma dica muito útil, é preparar a mala da maternidade com trocas necessárias para mais de 3 dias. E mesmo que não use tudo, é melhor sobrar do que faltar!

Oi mamãe, o que achou do artigo? Deixe sua opinião para nós ai nos comentários!

Tags: | |