Parto de gêmeos – normal ou cesárea?

Parto de gêmeos – normal ou cesárea?

O Parto de Gêmeos é um assunto que mexe com a maioria de nós quando estamos grávidas. Além da alegria e ao mesmo tempo insegurança de carregar 2 bebês na barriga, umas das principais dúvidas que temos, é se vamos escolher o parto de gêmeos normal ou a cesariana.

E rapidamente já começamos a buscar informações relacionadas a esse assunto não é mesmo? Afinal, o nascimento dos nossos bebês, é sem dúvida alguma umas das partes mais importantes da nossa gestação.

Se você está grávida de gêmeos, e deseja saber mais sobre esse assunto, continue lendo esse artigo. Com certeza ele vai esclarecer as suas principais dúvidas em relação aos tipos de partos.

Leia também:

De quantas semanas nascem os gêmeos?

Assim como na gestação única, na de gêmeos nós também temos uma DPP (Data Provável do Parto). Entretanto, na maioria dos casos, uma gestação gemelar não chega a 37 semanas (e esse nº pode cair ainda mais, em casos de gestação univitelina).

Os motivos são diversos: desde descolamento de placenta até complicações na gestante, como por exemplo a pré-eclâmpsia, que é muito comum nessa gestação.

É possível parto de gêmeos normal?

Infelizmente, sabemos que o Brasil apresenta um índice alto de cesarianas, muitos deles sem necessidade. Porém, é possível sim que seja feito o parto normal em gêmeos.

O parto normal, ainda é o mais indicado pela medicina. Por outro lado, para que isso aconteça, primeiramente deve partir da vontade da gestante, e depois, o ideal é que pelo menos o 1º bebê esteja em posição cefálica. Ou seja, encaixado de cabeça para baixo. 

No entanto, quando acontece do 2 bebê, ter seu peso em torno de 20% a mais que o primeiro bebê. Independente da posição que os bebês se encontram, o parto cesárea será feito.

Em estudos realizados, conclui-se que 40% dos bebês gêmeos estão cefálicos, enquanto outros 40% somente 1 está cefálico e outros 20% são os casos que os bebês estão em outra posição. Nesse caso, a melhor saída é fazer a cesariana.

Vale lembrar, que nem sempre é a escolha da gestante que determinará se o seu parto gemelar será normal e sim as condições que se encontram mãe e bebês em sua gestação.

Benefícios do parto normal

Mesmo que a gestante sinta mais dores e espere muitas horas para que seus bebês nasçam, não há dúvidas que o parto normal é o melhor a ser feito. Pois, ele possui muitas vantagens em relação a uma cesariana.

  • a recuperação da mãe é bem mais rápida, dessa forma será muito mais fácil cuidar do bebês;
  • a passagem pelo canal vaginal, faz com que os bebês tenham seus pulmões preparados para o mundo;
  • menor risco de morte;
  • por ser natural, os bebês não sofrem traumas;
  • em 3 dias no máximo, mãe e bebês já podem ir para casa, (quando não é o caso de ficarem na UTI – Neonatal).

parto normal de gêmeos

Como é a cesárea em parto de gêmeos?

É fato que algumas mulheres querem que o seu parto gemelar seja cesariana.

No entanto, para a tristeza de outras, principalmente aquelas que passaram a gestação toda desejando um parto normal, a cesárea pode ser necessária e esse foi o meu caso.

Pois, mesmo no dia do nascimento das minhas gêmeas, eu estava convicta que queria parto normal. Mas quando uma das bolsas estourou eu estava com apenas 1 dedo de dilatação, e não tive escolha a não ser aceitar o parto cesárea.

Se eu insistisse no parto normal, uma das meninas poderia entrar em sofrimento. E sem dúvida alguma, devemos fazer o que for melhor para nossos bebês, não é mesmo?

Desvantagens da cesariana

Talvez as únicas vantagens em ser feito a cesárea em parto de gêmeos, é que a mãe não sentirá dores por muito tempo e o parto será muito rápido, (média de 10 minutos).

Contudo, as desvantagens acabam superando os benefícios. Pois, existem muitos riscos nesse tipo de parto:

  • o risco de morte é de até 3x maior que no parto normal;
  • a recuperação da cirurgia é bem mais demorada, podendo ultrapassar 1 mês;
  • pode ser muito traumático para os bebês. Uma vez que, numa cesariana os bebês não estão prontos para o nascer. Em outras palavras, eles são tirados “a força” da barriga da mãe.

Em geral, a cesariana de gêmeos não tem muita diferença da cesariana de um bebê só. O que pode acontecer de repente, é do corte da cirurgia ser maior. Sei bem disso, pois, assim fizeram no meu parto. De resto, são feitos os procedimentos comuns. Um bebê nasce e poucos minutos depois, nasce o outro.

cesariana

Será meus gêmeos serão prematuros?

Esse é o risco mais temido entre a gestante gemelar e o médico. Pois, a prematuridade é muito comum em parto de gêmeos. Quando os bebês nascem por volta das 36 semanas, sem dúvida alguma deve ser comemorado. Pois, a probabilidade de nascerem saudáveis são grandes.

O risco da prematuridade, faz com que muitos médicos receitem injeções de corticoide para a gestante. Essas injeções ajudam no amadurecimento do pulmões, e isso é de extrema importância caso os bebês nasçam antes da hora. Outros médicos, preferem receitar apenas se houver a suspeita de parto de gêmeos prematuro.

Estudos comprovam que pelo menos ¼ dos bebês gêmeos vão para a UTI Neonatal, logo após seu nascimento. E tanto gêmeos de parto normal, como os de cesárea podem precisar ir pra lá. Os motivos geralmente são: peso baixo, infecção e complicações respiratórias.

O tempo que eles ficarão na neonatal, dependerá de como eles irão reagir ao tratamento. Se precisarem tomar antibióticos para tratar alguma infecção, o tempo será de pelo menos 7 dias para se tratarem. Há casos de gemelares que ficam na neonatal 3 dias, como também tem aqueles que ficam mais de 1 mês.

Para uma mãe, com certeza essa é uma das piores experiências que pode acontecer em sua gestação. Por experiência própria sei bem como é difícil essa fase.

parto de gêmeos prematuro

Sinais de prematuridade 

No terceiro trimestre da gestação, é comum acontecer as contrações de treino, geralmente a sensação é do útero se contraindo.

Essas contrações não costumam causar dor. No entanto, quando se trata de contrações de um possível parto prematuro, elas costumam ser muito frequentes, causando dor e desconforto na gestante.

Portanto, se você começar a ter cólicas parecidas com a da menstruação, dor nas costas, diarreia, cólicas intestinais, dor no “pé” da barriga, barriga muito dura, corrimento amarronzado ou até ter saído o tampão, muito antes da 36ª semana fique atenta! Pois, pode ser que você esteja iniciando um trabalho de parto prematuro. Ligue imediatamente para seu médico para ele te auxiliar no que deve seve ser feito.

Geralmente, quando constatado que os sintomas se trata de prematuridade, é necessário internação com o propósito de inibir o parto.

Porém, em muitos casos mesmo com todos os cuidados, o parto gemelar prematuro acontecerá de qualquer forma.

 

Sinais de parto prematuro
 Bebê foto criado por rawpixel.com – br.freepik.com

Como ter um parto tranquilo?

Para ter um parto tranquilo, é necessário que a gestação também seja tranquila (na medida do possível é claro). E pra te ajudar nessa etapa tão delicada da sua vida, separei aqui 6 dicas, que com certeza podem te ajudar.

  1. Faça um curso de gestante: algumas mulheres defendem que não é necessário. No entanto, fazer um curso de gestante é bem importante para que você se sinta mais preparada e confiante para cuidar dos seus bebês da melhor forma possível, ainda mais se você for mãe de primeira viagem. 
  2. Repouse sempre que puder: sei que nós mulheres temos o hábito de não ficar parada. Mas, numa gravidez, especialmente na de gêmeos onde os riscos são bem maiores. É muito importante descansar. Os cuidados da mãe podem até não impedir um parto prematuro, mas “abusar” com certeza contribuirá para que isso aconteça. 
  3. Aproveite bem as consultas do pré-natal: tire todas as suas dúvidas com seu médico. Pergunte se ele é a favor do parto normal, ou qual parto ele acredita ser o melhor para você. 
  4. Use as grupos sociais a seu favor:hoje com o avanço da internet existem inúmeros grupos virtuais para troca de experiências entre mães e grávidas de gêmeos. No facebook, você poderá encontrar muitos grupos destinados a ajudar as mães de gêmeos.
  5. Se possível, faça uma consulta com o anestesista: a anestesia raquidiana é um dos maiores riscos numa cirurgia. Mesmo que hoje ela seja moderna e importada, ainda pode causar reações nas pessoas. O Anestesista irá avaliar, se é possível você tomar a anestesia e qual tipo de parto você tem condições de fazer.
  6. Faça seu enxoval e a mala da maternidade no máximo até 30 semanas de gestação: como mãe de gêmeas, essa é a grande dica que eu te dou. Pois, a prematuridade muitas vezes chega de surpresa. Então, é muito importante que tudo esteja pronto para a chegada dos bebês.

E você, tem preferência pelo parto de gêmeos normal ou parto cesariana?

Crédito para imagem em destaque para: Jeremy Miles – Frickr.com

Tags: |