Como amamentar gêmeos? guia completo da mãe gemelar

Como amamentar gêmeos? guia completo da mãe gemelar

Podemos dizer, que os desafios de uma mãe de gêmeos já começa na gravidez. Entre as muitas dúvidas que surgem ao longo dessa gestação, uma das mais comuns é Como Amamentar Gêmeos. 

Quando somos mães de primeira viagem, não temos muita ideia de como é a amamentação de gêmeos. Mas, nosso “instinto” diz, que devemos alimentar nossos bebês com o nosso próprio leite.

Por esse motivo, muitas gestantes gemelares, já procuram todo tipo de ajuda muito antes do nascimento dos seus pequenos.

A Organização Mundial de Saúde (OMS), recomenda que nos 6 primeiros meses de vida, o bebê seja alimentado exclusivamente com o leite materno. 

Infelizmente, por diversos motivos, nem todas as mães conseguem amamentar por muito tempo. E quando se trata da amamentação gemelar, as dificuldades aumentam: prematuridade, baixo peso, falta de ajuda, e o estresse físico e emocional da mãe, acabam contribuindo para que ela tenha pouca produção de leite ou até no pior dos casos que seu leite “acabe secando”.

Leia também:

Como preparar os seios para a amamentação gemelar?

Assim que você engravida, seu corpo começa a sofrer modificações. Consequentemente, os seios também vão se modificando e se adaptando para a produção de leite e muitas mulheres, percebem um grande aumento nos seios.

Entretanto, essa mudança externa não acontece com todas. Pois, em alguns casos, os seios só apresentam diferenças após o nascimento dos bebês.

Um dos cuidados mais recomendados durante a gestação, é tomar sol nos seios todos os dias. Segundo alguns especialistas, esse procedimento ajuda na prevenção das rachaduras tão comuns na amamentação.

Por isso, quando você estiver no hospital, aproveite e tire todas as suas dúvidas com as enfermeiras sobre como amamentar gêmeos.

Terei leite suficiente para 2 bebês?

A primeira coisa que você precisa saber, é que a maior produção de leite, ocorre quando os bebês estão sugando. Ou seja, quanto mais os bebês mamam, mais leite você terá.

No entanto, a quantidade de leite varia de mulher para mulher, e algumas vão sim ter mais leite que as outras.

Geralmente o leite desce entre o 3º e o 5º dia depois do parto, e no início é normal ter muito leite, pois, o nosso corpo ainda não sabe qual é a quantidade que os bebês irão mamar. Certamente, isto faz com que os seios fiquem muitos cheios e com o leite empedrado, causando um pouco de dor e desconforto.

Com o passar do tempo, é possível perceber que as mamas não ficam mais tão cheias, e muitas mães acreditam que não estão tendo mais leite.

Quando isso acontecer com você não se assuste, isso ocorre, porque o seu corpo já entendeu qual é a quantidade de leite que ele precisa produzir, de acordo com a necessidade dos bebês.

O tamanho dos seios fazem diferença na amamentação gemelar?

Muitas mulheres, acham que por ter seios fartos terão muito leite.

Por outro lado, a grávida que possui seios pequenos, acredita que não vai ter leite suficiente. Mas como dito anteriormente, o leite será produzido de acordo com o consumo dos bebês, independente do tamanho dos seios.

Isso vale tanto na amamentação comum, como na amamentação gemelar.

Como amamentar gêmeos ao mesmo tempo?

O ideal é que você consiga amamentar os bebês juntos. Isso porque, depois de cada mamada o bebê costuma dormir, e quando eles dormem ao mesmo tempo, sobra um tempo para você descansar e repor as suas energias.

O fator mais positivo na amamentação simultânea, é que você conseguirá uma rotina mais organizada.

Mas, não é sempre que isso é possível, as vezes o bebê não quer mamar, pois está muito sonolento. E a medida que os bebês crescem, amamentar os dois ao mesmo tempo, pode acabar sendo um pouco mais difícil.

Preciso revesar os seios na amamentação gemelar?

Especialistas defendem que durante a amamentação de gêmeos, é preciso revesar os seios. Pois, o fato do bebê mamar nos 2 seios, faz com que ele estimule os músculos das 2 bochechas. 

Exemplo

Numa mamada, o bebê 1 mama no peito esquerdo, na próxima vez ele mama no direito. A mesma coisa deve ser feita com o bebê 2.

Vale lembrar, que o leite materno tem 3 fases: colostro, leite de transição e o leite maduro e cada um tem uma função específica. Para ter certeza que o bebê mamou das 3 fases, é de suma importância que esvazie bem o seio a cada mamada. 

O tempo que o bebê mama em cada seio, varia muito. Em média, pode durar de 15 a 20 minutos, no entanto, tem uns que mamam 10 minutos e dormem, e outros chegam a ficar 40 minutos ou mais.

Como amamentar gêmeos usando as melhores posições?

Existem muitas posições úteis que as mães usam na amamentação de gemeos. Você pode ir testando uma a uma, para ver qual é a posição que vocês se adaptam melhor.

As 4 posições mais usadas são:

  1. 1 na tradicional e 1 na lateral – um bebê fica posicionado da mesma forma quando a mãe tem um bebê só, e o outro bebê também fica deitado, porém este segundo bebê, fica apoiado embaixo do seu braço.
  2. Lateral – cada bebê virado para fora e embaixo do braço, esta é uma das posições preferidas pelas mães.
  3. Cruzados – esta posição, é mais indicada quando os bebês gêmeos ainda são pequenos.
  4. De frente – esta posição é mais indicada quando eles estão maiores, já que é necessário estar mais durinho, para poder se equilibrar em pé.
amamentação gemelar
As 4 posições mais usadas na amamentação gemelar

Em qualquer posição, a “pega” do bebê deve estar adequada, e na altura que evite afogamento. A pega consiste em sugar o mamilo, mas também pegando a auréola junto (parte escura em volta do bico).

almofada de gemeos

Como se organizar na amamentação de gêmeos? rotina é o segredo

Estipular uma rotina é fundamental. Aliás, ter um rotina para tudo na criação de gêmeos, é o que te ajudará a manter tudo organizado.

Quando os bebês se alimentam apenas com o leite materno, você deve oferecer em livre demanda. Ou seja, sempre que os bebês estiverem com fome.

Muitas mães, acreditam que o fato de seus filhos sentirem muita fome, é porque seu leite não está sustentando. Inclusive, muitos vão dizer a você que seu leite não está sustentando porque é fraco.

Mas na verdade, isso ocorre porque o LM (leite materno) é de fácil digestão, e como o estômago do bebê é muito pequeno, enche rápido e esvazia rápido também.

Para que você não fique perdida, sem saber qual dos gêmeos mamou pela última vez, a dica é ter os horários tudo anotado num caderno, isso ajudará muito na rotina. 

Posso comer de tudo durante a amamentação?

Quando uma mulher amamenta, ela gasta muita energia. Por isso, é muito comum emagrecer durante a amamentação. Você poderá comer de tudo, mas é fundamental que sejam alimentos saudáveis.

Hoje já se sabe, que o grande segredo para ter muito leite está na ingestão de muito líquido, especialmente a água. Sucos naturais e chás, de preferência o de erva doce são muito bem vindos. 

Uma dica super importante, e que pra mim ajudou muito, era carregar uma garrafinha de água comigo sempre que eu estava amamentando. Conforme as meninas mamavam, eu ia bebendo a água.

Sem dúvida, é um dos grandes segredos para o sucesso na amamentação gemelar.

Todos os gêmeos precisam de complemento (leite artificial)?

Com certeza não, mas, infelizmente muitos fatores contribuem para essa necessidade: permanência dos bebês na neonatal, estresse físico e emocional da mãe, falta de informação, falta de uma rede de apoio, (muitas vezes do próprio médico), rachaduras nos seios que não cicatrizam etc.

Numa pesquisa feita com 100 mães de gêmeos, pode-se concluir que 50% davam leite materno + fórmula, 30% só leite materno e 20% só fórmula.

Os dados acima, são um tanto alarmante quando as estatísticas mostram, que apenas 15% dos bebês tem a real necessidade de beber o leite artificial. O que ocorre muito, é que em momentos de desespero, a grande maioria das mães acabam ofertando o leite artificial, sem antes ter tentado todas as possibilidades da amamentação.

Ou complementa acreditando que o seu leite não está sustentado seus bebês, e o erro maior dessas mães é fazer isso por conta própria. 

Portanto, independente do motivo, a oferta da fórmula deve ser de acordo com a recomendação do pediatra. Pois, só ele saberá se realmente é necessário fazer uso do leite artificial, qual é a mais indicada e qual é a quantidade necessária de acordo com a idade/necessidade de cada recém-nascido. 

Como amamentar gêmeos exclusivamente?

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a amamentação gemelar “exclusiva” é sim possível, e é claro a mais recomendada, mas para que isso ocorra é necessário:

  • Vontade voluntária da mãe, e acima de tudo persistência;
  • Que a mãe esteja bem fisicamente e psicologicamente;
  • Rede de apoio: para que a mãe se sinta motivada e incentivada à amamentar os bebês;
  • Ajuda: muitas mulheres já sabendo dos desafios e dificuldades do primeiro ano de vida, já cogitam a ideia de contratar uma pessoa tanto para o apoio na hora da amamentação, como nos cuidados com os bebês em geral.
  • Informação: quanto mais a mulher se informa sobre o aleitamento materno, maiores são as chances de sucesso na amamentação gemelar exclusiva.

Conclusão

Neste artigo, você teve uma base bem sólida sobre como amamentar gêmeos. Certamente, amamentar 2 bebês, não é tão fácil, mas também não é impossível.

É preciso muita vontade e muita dedicação. Por isso, aceite todo tipo de ajuda, e se estiver no seu alcance contrate alguém para te ajudar pelo menos nos primeiros meses.

Lembrando que quando se vive com o pai dos bebês, ele se torna o apoio mais importante em sua amamentação.

Se informe bastante, e se for o caso, não hesite em procurar ajuda especializada. Caso você já esteja passando por dificuldades, também é possível reverter a situação com um bom profissional.

E ai mamãe conseguiu esclarecer suas dúvidas sobre como amamentar gêmeos? Escreve para nós ai nos comentários.

Deixe seu comentário

Tags: |